Pages

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Acampamento

Aconteceu o tao esperado acampamento da Familia Jo

Marcio, Fernanda, Ágata, Marmé e Tati. Fomos todos acampar por 2 dias no Parque Jean-Cartier a uns 40 km de Quebec.

O Parque é lindo e a infra-estrutura excelente.

O momento da Saida:

Muitas tralhas marcaram a nossa saída, carros lotados e todos super anciosos.



A chegada:

O local tem uma vista deslumbrante e um pouco selvagem a meu gosto. estavamos isolados da civilizaçao e de toda tecnologia.




O local alugado:
Chegando ao espaço de numero 24, começamos a montar acampamento.



Tudo em seu devido lugar, depois de horas de montagem



Nada como uma linda noite a luz de uma fogueira pra se aquecer. A sençação foi incrivel e assutadora junto com historias de fantasmas e assombrações. Assamos muito masrhmallow, pareciamos que estamos naqueles filmes de acampamento hehheheehe



À primeira noite:
Foi a noite mais apavorante de todas as nossas vidas, todos sentimos um panico geral com uma visitinha surpresa.
Quando estavamos dando entrada no acampamento, as instruções foram para deixar todas as comidas dentro do porta-malas do carro e nada na barraca porque atrairia os ursos que tem na floresta.
Como somos todos precavidos, quardamos todas as comidas nos carros. O instrutor foi bem claro, as comidas, so que nao nos tocamos de um pequeno detalhe, as bebidas e as carnes que estavam na termica do lado de fora das Barracas.
Eram 3 hs da madruga, quando escutamos um barulho forte abrindo a termica e revirando o gelo. Perguntamos se era o Marme e ele disse que nao era......... entao, so tinha uma explicaçao logica (para nós, claro) se tratava de um grupo de ursos enormes e esfomeados.
Durante toda a noite escutavamos tudo do lado de fora ser revirado, mais espertos como somos ficamos imoveis, em mim chegou a adormecer a minha cabeça de tanto apoia-la no chao pra nao mecher o corpo, pois os sacos de dormir poderiam fazer barulho e o urso poderia vir rasgar a barraga e tentar nos devorar. Pensava em gritar para o Marme abrir o carro pelo controle, mais tinha medo do urso me procurar pela minha voz. Entao ficamos imoveis ate o clarear do dia, quando o casal Corajoso Marme e Tati tiveram coragem de por a cabeça pra fora e ver o tao temido Urso que na verdade era apenas um enorme Guaxinim.
A descoberta de que nao se tratava de um Urso nos liviou bastante, nao paravamos de rir da situaçao. Foi a coisa mais apavorante que passamos....ficar uma noite em claro com medo de virar comida.




Dia Seguinte: Rafting

Olha a Brasileirada em peso descendo o rio de bote. E olha que a Agua tava a +/- 12 graus... geladíssima.




Reuniao dos esportista no nosso acampamento



Saida de volta pra casa

4 comentários:

Alice, Paulo e Lucas disse...

Fernanda,

Foi ótimo ter ouvido a sua narração "ao vivo" e depois conferir os detalhes no blog. Juntando as outras historinhas que vc contou... menina pode começar o livro pq vai vender, e muito! Beijão,
Alice

Marcio, Fernanda e Ágata disse...

kkkkkkkkkk, na proxima vez te carregamos junto pra acampar hehhee

Jeison e Susana disse...

Muito legal !!!

A do guaxinim foi a melhor... kkkk

Parabéns !

Diogo Lopes disse...

kkkkkkkk muito bom (e ruim ao mesmo tempo)!

E Agata? Como ficou?

abcs!

Diogo (e Alice)